sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Resenha #8: Escola dos Sabores

                Uma massa fresquinha ao molho de tomate feito na hora, um chocolate quente com cascas de laranja, uma salada temperada com limão, açúcar e muito amor. Receitas que com certeza Erica Bauermeister estava “apreciando” quando escreveu Escola dos Sabores.
                


              Primeiramente, eu não dei nada para esse livro, achei que ia ser mais um monótono diálogo sem um enredo cativante. Mas estava redondamente, profundamente enganada. Não que seja um livro arrebatador, maravilhoso, que nos deixa em uma depressão pós-livro quase eterna. Mas é daqueles livros que tocam um pouquinho da nossa alma, daqueles que são capazes de mudar nossos gostos, nossa personalidade, nossa vontade de fazer certas coisas. A escrita não é assim tão boa, tem alguns furos, mas aceitáveis, e o final deixa um pouco a desejar, mas nada que atrapalhe uma leitura gostosa e rápida. Mas, vamos ao que nos interessa.
                O livro fala sobre um grupo de pessoas que se reúne na noite da primeira segunda-feira de cada mês para aprender um pouco das artes da culinária, um curso de culinária para iniciantes, por assim dizer. O livro não é bem certo sobre o tempo que dura o curso, mas acredito que começou em outubro ou novembro e foi até março, mais ou menos, e também não diz a cidade onde acontece, apesar de que talvez diga, mas posso não ter percebido, o importante é saber que acontece em algum lugar do Estados Unidos, no restaurante Lilian’s, uma antiga casa vitoriana adaptada para ser um restaurante, ao lado de um banco e de um antigo cinema.
                Cada pessoa que participa do grupo tem uma história para contar, e é isso que o enredo faz, fala de cada pessoa, sua história e, principalmente, sua relação especial com a culinária. O interessante é que a autora consegue nos fazer gostar dos personagens, não me identifiquei com nenhum, mas alguns são cativantes, e por mais que a história deles seja curta, nos faz querer saber um pouco mais de cada um.
                Particularmente, esse livro me fez ter vontade de fazer um curso de culinária, não que eu já não tivesse vontade, mas me fez querer ainda mais aprender a tal magia dos temperos e dos sentidos, dos vinhos e dos azeites... Eu até me aventuro na cozinha ás vezes, mas nem sempre funciona. Um dia desses, por exemplo, fui tentar fazer um strogonoff de camarão, e comprei congelado, infelizmente, não deu muito certo, mas no outro dia, comprei aquele camarão rosa fresquinho lá no mercado do peixe (quem mora em lugar com porto e gosta dessas coisas é muito sortudo) e ficou uma maravilha, um pouco aguado demais, mas, vivendo e aprendendo né.
                Enfim, comprei esse livro no Angeloni em uma promoção de R$ 14,90, e ainda tem muitos, então aproveite, não exagere, e aprecie com moderação.

3 comentários:

  1. Oi Lu, Bela postagem
    O livro parece ser bom. Me encantei pela capa *-*
    Beijos, apareça lá no blog tem post novo
    http://cultoletrando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei :33
    Vou ver se ainda tem no Angeloni ((:
    Beijo

    ResponderExcluir

Oi! Gostou do post? Não gostou? Deixe seu comentário aqui! :D