quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Os poéticos.


Gosto de coisas poéticas. Textos poéticos, jeitos poéticos, livros poéticos, pessoas poéticas. Acho que alguém é poético quando pensa diferente, age diferente. Diferente das pessoas normais de todos os dias. É, acho que estou sendo um pouco confusa por aqui, mas deixe-me explicar. Uma pessoa poética é aquela que vê beleza numa foto antiga, num barquinho abandonado numa praia, num casarão no meio dos prédios, numa igrejinha de uma cidade do interior. Uma pessoa poética lê o que gosta sem vergonha de ser feliz. Uma pessoa poética é eclética no gosto musical, ás vezes gosta de MPB, ás vezes de pop, ás vezes de rap, hip-hop, uma eletrônica de vez em quando e funk até pra dar risada, por que não, horas? Uma pessoa poética não tem preconceitos, não julga os outros pelo seus atos, pelo cabelo ou pelas roupas, apesar de ás vezes fazer uma crítica construtiva, ou não construtiva, mas nunca trata mal. Uma pessoa poética vê filmes como O Fabuloso Destino de Amelie Poulain e entende o significado daquelas três horas de boa fotografia. Uma pessoa poética come brigadeiro numa segunda-feira à tarde e não fica reclamando que vai engordar. Uma pessoa poética usa boinas sem medo de ser feliz, gosta de sebos e prefere revistas do que sites. Uma pessoa poética fica deitada na cama pensando na vida às nove da noite, ou seis da manhã, ou três da tarde. Uma pessoa poética não precisa gostar de poesia, mas pensa como poesia, vê aquela árvore de Natal do apartamento do prédio vizinho e fica pensando do que as pessoas riram enquanto a estavam montando. Uma pessoa poética gosta de flores, e gosta de cheirar flores. Uma pessoa poética gosta de cheiros doces, ou florais. Uma pessoa poética gosta de fotos, de coisas coloridas, de cor, de primavera. Uma pessoa poética tira fotos daquele casal se beijando no panco da praça. Uma pessoa poética é aquela que acima de tudo vê o bem nos outros e pratica o bem, e isso não implica necessariamente em tentar levar água e comida à África, mas dizer um bom dia ao vizinho no elevador. O mundo só precisa de um pouco de poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Gostou do post? Não gostou? Deixe seu comentário aqui! :D