segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Como não ser brega (ou como ser uma parisiense por Ines de la Fressange!)

    Hoje resolvi pegar meu livrinho A Parisiense, da Ines de la Fressange, e dar uma revisada nas lições da guru da moda parisiense. E, para consolidar os ensinamentos (rá!), vou colocar aqui os pontos que achei mais interessantes, claro, não tem tudo porque adaptei à minha realidade. Aliás, tô precisando revisar tudo, oh falta de vontade de colocar uma roupinha bonita, hein, mocinha Luana! Ah, e, combinemos que regras são para serem quebradas (nem todas né gente, não vamos transgredir a lei, imagina ter que usar laranja a vida toda? Lembrem-se Orange is the new black só na série!), portanto, são só dicas! Isso não quer dizer que você não pode sair vestida a la oncinha, vai de sua conta e risco! :P (Tenho um vestido de oncinha e amo). 
Então, voilà



Como não se tornar vítima da moda? 

Refletir! Sempre se pergunte: "se eu comprar essa roupa, será que vou ter vontade de vesti-la hoje a noite?" Se a resposta for "não", "vou vestir em casa", ou ainda "nunca se sabe, pode ser que numa festa", é melhor se mandar rapidinho da loja. 

Escutar as vendedoras! Fuja daquela que lhe disser: "é a grande tendência da estação!" A parisiense detesta comprar o que todo mundo está usando. Ela é mais atenta ao que lhe fica bem do que à moda - que, aliás, finge ignorar. 

Assimilar as tendências! Seguir as tendências é tudo o que a parisiense detesta, mas ela deve saber o que é in. O negócio é não entrar nas ondas de cabeça. Por exemplo, se estampa de pantera é o que mais vende, ela não vai se vestir no estilo "fugi do zoológico". Uma carteira de estampa animal basta para mostrar que ela é uma mulher de estilo, não uma maria vai com as outras. 

Não comprar "obras de arte"! É preciso sempre imaginar como aquilo se integraria ao nosso guarda-roupa. E não pensar que uma peça bem-apresentada na loja, com a luz perfeita, será sempre uma boa compra. Conhecer os limites da moda é uma arte! 

Dividir seu orçamento em dois! De um lado, os básicos de qualidade, de outro, as paixões que tornam o guarda-roupa alegre (um cinto, uma bolsa, bijuterias). Mesmo com um orçamento médio, há mil maneiras de compor um visual simpático. Afinal, não precisamos de muita coisa. É melhor ter poucos suéteres, paletós,  mantôs, mas de boa qualidade. Não se deve visar à quantidade. É preciso saber eliminar. A mentalidade "isso eu guardo para quando for pintar a casa" também não funciona! É preciso se desfazer do que não é essencial. Há várias instituições para isso, e muitas pessoas desfavorecidas. Uma coisa é certa: a melhor forma de começar bem o dia é abrir um armário com poucas peças, mas bem organizado. 

Melhores ideias para descombinar o seu visual à la Parisienne




> Saia-lápis com sapatilhas (ainda compro uma saia-lápis que não diminua a minha altura em um metro kk);
> Colar de brilhantes (ah tá!) sobre camisa jeans durante o dia; 
> Mocassins com short... e até com meias (curti!); 
> Colar de pérolas com uma camiseta moderna (pérolas ainda são in?); 
> Smoking com tênis (já vi e acho maravilhoso!); 
> Vestido de noite com bolsa de palha (quero logo uma bolsa de palha!). 



Dicas de estilo sem esforço: 

* Ir à H&M, mas comprar na seção masculina (será que dá pra fazer isso na Renner?);
* Misturar alta-costura e street culture: calça preta de alfaiataria impecável com camiseta de algodão fino (show!);
* Usar parka sobre um vestidinho de musselina (Jesus, quando terei minha parka verde militar?);
* Arregaçar negligentemente as mangas da camisa de algodão sobre o suéter: é chique, fácil e informal. 



    Claro que tudo isso adaptado à nossa realidade né, convenhamos que não temos tantos brechós por aqui (pelo menos não numa cidade do interior de Santa Catarina) quanto em Paris! Portanto, roupas vintage? Acho que só se alguém tiver uma avó super estilosa e que guarda tudo e todas as coisas. Não é o meu caso. 
    E, também, dificilmente conseguiria trazer da Índia kurtas de todas as cores, como diz Ines nas suas dicas. Amiga! Fica difícil seguir uma dica dessas! 
    
    O que temos que ter no armário? Blazer, capa de chuva (não, não aquelas do 1,99), suéter azul-marinho, camiseta sem manga, pretinho básico, jeans e jaqueta de "couro" (sintético pra mim)! Trés classique

O blazer: arregaçar as mangas, é o toque "easy chic" indispensável, de dia, use-o com uma calça de cor diferente, à noite, combine o blazer com a calça (preto sobre preto!), com uma camisa branca por baixo, negligentemente aberto é sutilmente sensual. 
Visual celebridade: blazer azul-marinho + blusa de musselina branca + jeans branco! 




O trench coat, ou, a tal capa de chuva chique! O truque: Nunca, jamais, afivelá-lo comportadamente, mas amarrar o cinto no melhor estilo "quebrei a fivela, mas nada de pânico, encontrei uma solução de emergência"! Comprei um desses lá em Londres, numa lojinha em Notting Hill, por 10 freaking pounds, oh yeah
Visual celebridade: com um jeans, com uma calça de smoking, sobre um vestidinho preto... C'est trés chic



O suéter azul-marinho: com um jeans branco (fica maravilhoso mexmo); com uma calça preta (azul marinho e preto: mais que trés chiq!); com sapatos baixos. De preferência em cashmere (onde encontrar mon amour?). 
Visual celebridade: jeans branco + suéter com decote em V azul-marinho + sandálias altas + jaqueta. 



A camiseta: como venho procurado uma camiseta decente, gente, tá difícil. Sob paletó de smoking ou blazer, fica tudo. Cores neutras: branco, preto, cinza, azul-marinho ou cáqui. 
Visual celebridade: regata branca + calça bege + blazer + mocassins. 



O pretinho básico: sim sim sim! Tenho um que comprei na Primark em Berlim! Meu xodó, usei poucas vezes porque minha mãe acha que é básico demais, pô manhê! E não é esse o objetivo?? Aliás, Audrey Hepburn, thank you. <3 
O visual celebridade: com enormes óculos escuros e sapatilhas pretas. Paris! Da próxima vez que eu for te visitar, me aguarde com meu vestidinho preto e uns enóooormes óculos escuros. Um beijo! 



O jeans perfeito: o corte reto é o perfeito, porém, dá pra variar né gentem? Mom jeans, minhas pernocas te aguardam. Cores: azul-celeste, lavado e escuro, preto e branco. 
Visual celebridade: jeans + paletó de smoking + sandálias de salto alto + foulard estampado. 


A jaqueta: alô alô Primark de Berlim! Obrigada pela minha pretinha preferida! 
Visual celebridade: jaqueta marrom + jeans branco + top de seda + salto alto. 


    Substituiremos o salto alto por uma boa sapatilha, um bom mocassins, um tênis show de bola entre outros sapatos baixos, ok Inesinha? Merci
    Por hoje é só galerinha, nos vemos em outra postagem sobre, tcharam, moda (que geralmente não sigo). Bisous

OBS: todas as imagens foram retiradas do, tchanananam, Pinterest! É só ir lá no meu perfil e na pasta favoritos, todas as imagens estarão salvas e remetendo ao "fabricante original". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Gostou do post? Não gostou? Deixe seu comentário aqui! :D