domingo, 19 de julho de 2015

Summertrip: Istambul, Turquia!


   Ah, Turquia... Vai deixar saudades! Me ferrei horrores, porém amei demais esse país lindo. Mas pera, deixa eu fazer uma introdução.
   Meu último post foi sobre essa summertrip, que você pode conferir aqui pra ficar atualizado sobre as minhas andanças por esse mundo louco. A viagem começou em 22 de Junho, saindo de Coimbra, e cheguei de volta 01:00 da manhã do dia 15 de Julho, ou seja, foram 22 dias de viagem, normalmente com 10 dias eu já quero abandonar tudo e voltar (viajar é bom, mas extremamente cansativo) mas dessa vez eu não queria voltar não, queria continuar pra outro destino, e outro e outro e outro e outro... De tão legais que foram os destinos dessa trip!
   Resolvi começar a falar da Turquia, que foi o destino que mais gostei, e nos outros posts falo sobre a Itália e Grécia. Mas tem fotos também no meu instagram, então se estiver curioso sobre os outros destinos vai lá e segue ó @lukraemer. Dividi o post da Turquia em dois, um para Istambul e um para Capadócia e Pamukkale, pois tem muuuuitas fotos e ficou muito grande! Quero mostrar tudo que vi desse país lindo, o quanto vale a pena visitá-lo.

Fiz um passeio de barco no Bósforo! Mas não vale muito a pena, é barato, 5 euros pra 2 horas, mas preferia ficar na cidade vendo as coisas mesmo. Não indico! Mas amei essa foto com essa bandeira linda. <3
 Enfim, minha viagem começou dia 03 de Julho, saindo de Roma (Fiumicino) em direção a Istambul (SAW), onde cheguei por volta das 18 horas. Fui de excursão, já que eu ia sozinha preferi seguir um grupo, principalmente pra um país tão diferente assim. A galera do grupo era incrível, acho que nunca me diverti tanto numa excursão, e o guia português/manézinho (pra quem não sabe manézinho é como os catarinenses chamam quem nasceu na ilha de Florianópolis, e o Filipe, o guia, falava igual a manézinho, juro) é um querido. Foi super barato, com vários almoços incluídos e todos os cafés da manhã, pra quem quiser pode entrar em contato com ele por aqui.


  Ficamos no hostel Sultan em Istambul, super bem localizado e muitooo legal, tem um bar em baixo super turco (ah vá) e você pode até pedir um narguilé pra raxar com a galera, e uma cerveja extra large por 12 liras (12 reais ou 4 euros). Outra coisa muito boa na Turquia eram os preços, pra quem tá acostumado com euro, a lira é super viável, vale o mesmo que o real, ou seja, acaba sendo tudo muito barato, comprei uma calça dessas super confortáveis por 10 liras (3 euros!) entre outras coisas, e muitos olhos gregos/turcos(????). Infelizmente a qualidade não é tão boa e já perdi 2 chaveiros e 2 pulseiras, não foi legal. Sobre a comida, fiquei meio triste com o kebab, alguém tinha me falado que é uma comida inventada na Turquia, portanto, deveria ser lá que comeria o melhor kebab da minha vida... Mas quase não tem nada dentro! E também não tem aquele molho gostoso. Mas no geral, a comida é boa, diferente pois eles gostam de colocar muitos temperos, mas gostei bastante, diferente da do Marrocos, que não me apeteceu muito. E dá pra comer muito bem com 6 euros (ou 18 reais/liras).
   Mas vamos às fotos e falar um pouco sobre essa linda cidade chamada... Istambul!

A Mesquita Azul e eu super estilo de tênis e saia longa. Gente, não é blog de moda não, nem vem.
  Ah Istambul... Preciso dizer a emoção de estar na antiga Bizâncio? E Constantinopla? Preciso dizer que ela foi capital do Império Romano do Oriente E do Império Otomano? Preciso. Por que é incrível estar numa cidade que representa tanto o Oriente como o Ocidente, pois Istambul tem o centro Europeu e o centro Asiático, é dividida pelo estreito do Bósforo que separa a Ásia da Europa, por isso mesmo que Istambul é tão cosmopolita. A maioria das pessoas são mulçumanas, mas há muitos laicos, e minoria cristã e judia (obrigada Wikipedia!). Ficamos dois dias lá, mas ficaria pelo menos mais um.
Mesquita Azul e o céu cinza de Istambul.

As ruas cheias de restaurantes e todas enfeitadas com lanternas.

A bandeira mais linda do universo.


  Há dois edíficios muito importantes, a Santa Sofia ou Hagia Sofia, e a Mesquita Azul ou Mesquita do Sultão Ahmed.

Admirando a imensidão da Santa Sofia.

O interior da Santa Sofia.
A Santa Sofia foi construída em 532 pelo império Bizantino para ser a catedral de Constantinopla, depois desse tempo ela já foi uma catedral católica romana e uma mesquita, até o ano de 1935 quando foi transformada em museu. É um marco da arquitetura bizantina e foi considerada uma revolução na época. Quando eu fui estavam fazendo algumas manutenções na pintura, afinal, ela tem mais de 1000 anos né! Se paga 30 liras para entrar, sem descontos para estudantes, e em meia hora se vê tudo, se não quiser pegar o áudio guia. Não precisa ter lenço para entrar e nem encucam com a sua roupa.



Amei esses lustres em forma de flôr.





Essas grades cercam a sala que seria a biblioteca.



  Já a Mesquita Azul, foi construída em 1609 pelo sultão Ahmed I, para bater a Hagia Sofia em tamanho e sofisticação. É uma mesquita otomana, e atualmente ainda funciona como mesquita, mas podemos entrar gratuitamente, e eles ainda fornecem um tipo de burca para cobrir o corpo das meninas que estão de shorts e saia, ou um pano para a cabeça. Ainda temos que tirar os sapatos para entrar, como a mesquita é toda revestida em tapete, o chulé é realmente insuportável, sem brincadeira. É cheia de detalhes, linda por fora, e muito mais linda por dentro, vale a pena esperar um pouquinho na fila.







  Quem já ouviu falar de Istambul, já ouviu falar no Grand Bazaar. É um camelô gigante, que pode ser chamado de labirinto também, porque é muito fácil de se perder. Eu especialmente achei que as coisas nas lojinhas da Capadócia eram mais bonitas e bem mais baratas, então se você for pra lá, compre tudo na Capadócia, sem hesitar. Lugares mais baratos para comprar roupas, por exemplo, é fora do Bazar, numas ruas descendo em direção ao rio, lá comprei a calça por 10 liras. Um lugar para se visitar também é o mercado de especiarias, para quem gosta de temperos diferentes, é o must go.

Entrada do Grand Bazaar.








Passando dessa porta, você entra na parte barata, onde eu comprei a calça de 10 liras.

Toda a parte de grama que rodeiam as mesquitas ficam lotadas de pessoas fazendo piquenique a noite, lotadas mesmo!

Hmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...

Manifestação na frente da Santa Sofia, perguntamos a um senhor o que estava acontecendo, e ele nos falou que era contra a China, pois era época do Ramadã, e os mulçumanos que estavam na China estavam sendo oprimidos e até mortos por quererem praticar sua fé.


   Istambul é incrível! Se pudesse ficaria dias lá. Conheci um americano no hostel que estava a praticamente um mês por lá e ainda ficaria mais! Tem muitas coisas para se ver, eu mesmo não vi 10% do que queria. Acabei de descobrir que há um bar inspirado em Breaking Bad! Gostaria mesmo de fazer um intercâmbio por lá, estudar nas universidades (há várias) renomadas e entrar em contato com o mundo todo, por que Istambul é uma versão menor do mundo, de tão cosmopolita, tão maravilhosamente oriente mas ao mesmo tempo ocidente, isso me deixa babando pra voltar! E, meninas, fiquei de cara com os turcos (sério). Amei ter conhecido essa cidade, e voltaria a qualquer tempo se pudesse! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Gostou do post? Não gostou? Deixe seu comentário aqui! :D